Ipirá amanheceu triste nesta primeira manhã de setembro com a partida inesperada deste sei filho ilustre, Celestino Ferreira da Silva, um cara que sempre buscou na alegria a força para superas sua deficiência.

Fica para todos que o conheceram um exemplo de vida e superação.

“Amigos não chorem na minha despedida.
Pois do outro lado desse muro.
Entre a vida e a morte.
Estarei sempre zelando e cuidando de vocês.
Amigos não derramem lágrimas e sim abram sorrisos.
Pois estarei levando seus sorrisos.
E levando a beleza de nossa amizade.
Pois amigos são aqueles que estarão sempre juntos.
Em pensamentos e em nossos corações.
Lembrem de meu sorriso que as vezes era forjado.
E perdoe, pois eles eram para alegrar as pessoas amadas.
Lembrem que estarei sempre olhando por vocês onde estiver”.

Uma homenagem do Caboronga Notícias