“Ipirá parou, tem gente morrendo”, diz integrante de Conselho Municipal

Na manhã desta quinta-feira, 27 de maio, o programa Conexão Chapada da Rádio Ipirá FM recebeu a ligação de Beto Rezende, integrante do SMDS – Conselho Municipal Desenvolvimento Sustentável de Ipirá, questionando o papel dos vereadores que integram a Comissão de saúde da Casa para que façam fiscalização e não fiquem apenas nos discursos na Tribuna da Câmara.

A situação relatada por Rezende, destaca o caos que se encontra a saúde do município, diante do cenário de descontrole no combate à pandemia e a redução do horário de funcionamento dos postos de saúde do município.

Confira a participação na íntegra:

Como se não bastasse, outra denuncia com relação ao descaso com a Saúde Pública foi denunciada por uma pessoa que pediu para não se identificar.

Agentes de Endemias são expostos ao contagio:

“Em meio a tudo que está acontecendo, com o aumento assustador de casos de covid-19 com várias mortes, suspeita da nova variante no município o coordenador de endemias lotaram um micro-ônibus sem desinfecção e com mais de 20 servidores para ir para a zona rural fazer um trabalho que além da não prioridade, esses servidores não podem adentrar as residências respeitando as normas do Ministério da Saúde, indo lá na maioria das casas passar uma mensagem já que só podem adentrar na residência se tiver acesso lateral.

Essa atitude coloca ainda em risco a vida de milhares de pessoa porque esses servidores todos eles têm família, pais, mães, avós na sua maioria com comorbidades” disse a pessoa.

Caboronga Notícias com informações de Marcone Macedo