O aumento significativo de atrações sem cordas no Carnaval de Salvador em 2017, tem agradado os principais defensores da pipoca na folia momesca, os irmãos Macêdo. Em entrevista ao Bocão News, na manhã desta quinta-feira (16), Armadinho comemorou. “Somos sem cordas desde quando Dodô e Osmar inventaram esse negocio de trio elétrico. A ideia é essa e graças a Deus outros blocos estão aderindo, e não estamos mais sozinhos. Fizemos até a música “Pra quê corda? Se a pipoca está com a pipoca toda”.

O criador da guitarra baiana ainda lembrou que o Carnaval de rua foi criado para curtição sem barreiras. “É preciso entender, que os foliões de bloco dão 30 a 40 mil foliões, mas Carnaval temos 1 milhão de pessoas na rua, 1 milhão de pipoca. Então, temos que fazer Carnaval para o povão. A ideia de Dodô e Osmar foi para quem não tinha clube e hoje é para quem não tem camarote e está na rua, que quer brincar, quer curtir, quer fazer a festa. O Carnaval precisa disso”.

Comandantes do tradicional Fobicão, os irmãos Macêdo desfilam no próximo domingo (19), no Furdunço, ideia elogiada por André. “É uma ideia maravilhosa, além de ser pipoca, tem trios menores, porque Carnaval ficou muito mega. Então, trios menores, mais perto do chão, mais perto do povo, é maravilhoso”. Nos dias oficiais da folia, o Fobicão desfila na sexta-feira e no sábado, no Campo Grande, e domingo, segunda e terça, na Barra.

Por Tiago Di Araujo | Fotos: Gilberto Jr / Bocão News