Jogador Marcos Vinicius natural de Ipirá, começa ganhar destaque no Botafogo do Rio

402

Na noite desta quarta-feira (12), o torcedor de Ipirá, distante 202 km de Salvador parou para ver a atuação do atleta Marcos Vinicius que é natural do município em sua primeira atuação pela equipe do Botafogo do Rio de Janeiro, contra o Fluminense no estádio do Maracanã e não se decepcionou.

O atleta que estava se recuperando de contusão teve uma brilhante atuação no clássico carioca onde o Botafogo venceu o Fluminense pelo placar de 1 a 0.

Marcos Vinícius de Jesus Araújo, nasceu em Ipirá – Bahia no dia 26 de dezembro de 1994). De uma família humilde, desde cedo despertou sua vocação pelo futebol.

Após curtos períodos no futebol amador de Ipirá, mudou-se para Recife e ingressou nas categorias de base do Náutico. Após ficar por pouco tempo na base foi para a equipe principal e sua estreia foi no dia 14 de setembro de 2011 contra o Bragantino fora de casa numa derrota por 2 a 1.

Na série A fez sua estreia no dia 29 de maio de 2013 contra o Vitória numa derrota por 3 a 0 em casa. Seu primeiro gol foi no dia 2 de junho marcando o gol no finalzinho da partida num empate em 2 a 2.

No dia 10 de novembro de 2014 foi emprestado ao Cruzeiro até dezembro de 2015. No dia 4 de abril do ano seguinte o cruzeiro comprou 50% de seus direitos. O jogador teve uma sequência de lesões que o atrapalharam na carreira, passando o ano de 2016 praticamente inteiro no departamento médico.

Com a saída do técnico Mano Meneses do comando da equipe mineira, no dia 6 de junho, o jogador acertou sua ida para o Botafogo numa troca envolvendo o atacante Sassá. O Cruzeiro permanece com 50% dos direitos do atleta, assim como o Botafogo permanece com 50% de Sassá.

Outro ipiraense que fez história no Botafogo e também no Flamengo do Rio de Janeiro, foi o atacante Zé Carlos, batizado pela galera como Zé do Gol.

Tudo que o torcedor ipiraense deseja é que Marcos Vinicius consiga emplacar o seu bom futebol, que encha de orgulho o torcedor alvo e negro e também honre o nome de sua terra natal a exemplo de outros grandes craques que deixaram sua marca no futebol profissional a exemplo de Carlos, Alarcon, Tarzan, Cal, Ney, Freitas e do próprio Zé Carlos.

Caboronga Notícias