quinta-feira, abril 25, 2024

John Kerry fala em intenção de aportar US$ 9 bi à proteção ambiental

Apesar de prever uma “luta legislativa” para que o Congresso americano aprove o aporte de recursos para o Fundo Amazônia, o enviado especial para o Clima dos Estados Unidos, John Kerry, afirmou nesta terça-feira, 28, após reunião com a ministra do Meio ambiente, Marina Silva, que o país tenta viabilizar o montante de US$ 9 bilhões para preservação de florestas. Do montante, não foi especificado quanto seria destinado ao Fundo Amazônia.

“Estamos trabalhando com uma legislação que está agora no Congresso, de US$ 4,5 bilhões, mas estamos pensando em US$ 9 bilhões. Sabemos que teremos uma luta para que seja aprovado. Então, também estamos trabalhando com pontos de desenvolvimento multilaterais, e suas reformas, e com o mercado de carbono”, declarou Kerry, dando a entender que a cifra dizia respeito a um valor universal que seria destinado ao tema.

Questionada sobre qual seria a fatia brasileira caso a legislação fosse aprovada, Marina pontuou: “Gostaria que fosse a maior possível”. Mas destacou que o representante não falou em valores na reunião desta tarde. A ministra, no entanto, defendeu que a sinalização de apoio americano já é um importante sinal para a comunidade internacional.

Ministério

Na mesma coletiva, pouco após a saída do americano, Marina, ao elogiar seus companheiros de trabalho, brincou com a falta de recursos de sua Pasta. “Temos poucos recursos financeiros, mas excelentes recursos humanos”, disse.

Estadão Conteúdo

recentes