Não é exagero dizer que o volante Juninho, do Bahia e o atacante Marinho, do Vitória, são os termômetros dos seus respectivos times. O atleta tricolor já fez 55 partidas na temporada, enquanto o atacante rubro-negro, que sofreu com algumas lesões ao longo do ano, entrou em campo 39 vezes.

Quando os dois atletas não atuam ou não estão nos seus melhores dias, as duas equipes apresentam grande dificuldade nas partidas. Apesar da menor quantidade de jogos disputados, Marinho já somou 17 gols. Sem o jogador, o aproveitamento do Vitória cai drasticamente. Dos últimos cinco gols do Leão na Série A, Marinho foi responsável por três deles, inclusive um golaço diante do Atlético-PR na última rodada.

Juninho não fica para trás, mesmo atuando em uma posição mais defensiva. Seu número de gols surpreende bastante. O volante, que é responsável pela maioria das bolas paradas do tricolor, já alcançou a marca de 11 gols no ano e possui um vasto repertório: Gol olímpico, falta e chutes de fora da área.

Apesar do grande desempenho, o atleta não deve mais atuar nesse ano. Juninho saiu machucado na última partida diante do Sampaio Corrêa e existe uma suspeita de lesão ligamentar no tornozelo. Já Marinho, voltou de lesão recentemente em grande forma e é a grande esperança do Vitória na luta contra o rebaixamento.

Redação VN – Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia) e (Foto: Francisco Galvão/ EC Vitória
redacao@varelanoticias.com.br