Turistas poderão desfrutar de um dos destinos mais desejado a partir de 1º de outubro. Esta informação foi divulgada pela prefeitura de Lençóis, na Chapada Diamantina, nesta sexta-feira (25). O ingresso ao munícipio atenderá a normas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A reabertura será gradual e um dos requisitos mantidos, durante debates e reuniões com entidades do turismo e a sociedade civil, é a apresentação do laudo de teste para covid-19, além do comprovante de reserva em um dos meios de hospedagem vistoriados e autorizados pela prefeitura.

Conforme informações divulgada pela assessoria, os documentos serão exigidos na barreira sanitária ou na chegada à rodoviária a depender do transporte utilizado. “O visitante deverá obrigatoriamente entregar o laudo de teste para covid-19 à equipe do Poder Público Municipal em uma das formas indicadas pelo Ministério da Saúde: swab nasal [RT-PCR], sorologia, ou teste rápido. O teste com resultado negativo deverá ter sido realizado até 72h antes da chegada a Lençóis. Também será aceito laudo comprovando que a pessoa já foi contaminada pela covid-19 até três meses antes da entrada em Lençóis”, aponta uma das normas definidas.

O município reabre o comércio e o turismo | FOTO: Arquivo/Túlio Saraiva |

Ainda segundo os dados, para orientar turistas e trade turístico, será lançada nos próximos dias uma campanha de comunicação com placas, selos e informativo digital aos visitantes, além do reforço das ações nas redes sociais, assessoria de imprensa e site do município, onde será divulgada lista com meios de hospedagem autorizados a receber hóspedes. Para a abertura, a cidade iniciará com até 50% da sua capacidade de atendimento nos estabelecimentos turísticos.

Fica permitida a visitação aos parques municipais e atrativos no âmbito do município de Lençóis. Dentre os atrativos estão o Parque da Muritiba, Cachoeira do Mosquito, Complexo Arqueológico Serra das Paridas e Balneário Mucugezinho, respeitando as medidas de distanciamento, uso de máscara, higienização das mãos e sem aglomerações, além de outras medidas preventivas orientadas pelos estabelecimentos e seus prestadores de serviços.

Seguindo determinações do órgão gestor (ICMBio) não está permitida a visitação em atrativos do Parque Nacional da Chapada Diamantina tais como Cachoeira do Sossego, Fumaça por baixo e Gruta do Lapão (leia mais aqui).

Jornal da Chapada com informações de assessoria.