quarta-feira, maio 29, 2024

Lira oficializa Cláudio Cajado (PP-BA) para relator do novo arcabouço fiscal

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), confirmou o deputado Cláudio Cajado (PP-BA) como relator da proposta do arcabouço fiscal. O texto, que vai substituir a atual regra do teto de gastos, foi enviada pelo governo federal ao Congresso.

O nome de Cajado já era ventilado nos bastidores para assumir a missão. O deputado está no oitavo mandato e é um aliado próximo de Lira. Ainda que não integre a base de Lula no Congresso, o nome do deputado baiano também agradou aos governistas.

A ideia é que o relator, além da articulação com os parlamentares, converse com empresários e economistas para sugerir alterações à proposta do Executivo. As sugestões dos parlamentares devem ser alinhadas com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

As alterações no texto já são dadas como certas pelos parlamentares, que exigem, entre outros pontos, clareza quanto à contenção de despesas para garantir a meta de superávit de 1% em 2026, conforme já anunciado pelo governo federal.

Além das emendas, Lira acredita que a proposta precisa ser amparada por outras medidas econômicas. “A regra fiscal vai ser uma diretriz, mais flexível que o teto de hoje, mas a questão vai ser saber que projetos e que votações vamos ter que fazer após, para ajustar o arcabouço.”

R7

recentes