Mais de 1,6 milhão de baianos estão com título eleitoral cancelado

A Bahia contabiliza 1.637.999 cidadãos com títulos cancelados e 29.285 documentos suspensos, de acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), divulgados nesta quarta-feira (5). Esse total de eleitores não conta com o número de óbitos.

Para normalizar o título, para que ele volte a ser usado, é necessário que os eleitores façam o encaminhamento do processo no TRE-BA. Atualmente, o serviço funciona  somente de forma online devido a pandemia da Covid-19.

Para regularizar os títulos cancelados deve-se acessar o Título Net. Em seguida, o eleitor pode gerar uma Guia de Recolhimento (GRU) no site do TRE-BA ou do TSE e realizar o pagamento do valor cobrado para a regularização no Banco do Brasil ou por meio do PagTesouro, que é online.

Além de realizar o pagamento, para regularizar o título, o eleitor precisa preencher os dados no Título Net e enviar a documentação que é exigida.

O eleitor que precisa obrigatoriamente votar, com idade entre 18 e 70 anos, tem o seu título cancelado quando fica sem votar três eleições seguidas e ainda não justifica a falta de comparecimento. Cada turno da votação é considerado como uma eleição. O documento também é anulado quando o cidadão se ausenta na revisão do eleitorado, que é promovida pela Justiça Eleitoral, em sua cidade.

Por: Redação BNews com imagem de divulgação