Começou a corrida para alunos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) obterem vaga em universidades federais e outras instituições de ensino.

As provas começam a ser aplicadas hoje (05) em todo o país. Em Ipirá (BA), o primeiro dia ocorreu com tranquilidade. Cerca de 2300 alunos farão as provas em doze unidades escolares no centro da cidade.

Ao todo, a Bahia teve 664.697 inscritos no Enem este ano. No Brasil, cerca de 8,6 milhões de pessoas se inscreveram para realizar a prova. No entanto, 240,3 mil participantes terão a data do exame adiada por conta de ocupações em escolas de diferentes estados.

Os candidatos precisaram ficar atentos ao horário de fechamento dos portões. Nos dois dias, os portões abrem as 11 horas e fecham ao meio-dia. As provas começam a ser aplicadas meia hora depois. Embora os portões sejam fechados antes do início da prova, os candidatos não podem deixar a sala.

Neste sábado, dia 05, o candidato terá 4 horas e 30 minutos para responder questões de ciências humanas e de ciências da natureza.

No domingo, ele terá 5 horas e 30 minutos para as perguntas de Linguagens e códigos, e matemática, ambas com 45 questões, e também preparam uma redação, com tema proposto pela organização da prova.

Os candidatos devem levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Também é preciso ter em mãos um documento oficial com foto e o cartão de confirmação da inscrição na prova, conforme previsto em edital.

Comida, água, bermuda e chinelos são permitidos. Pode levar celular e outros aparelhos eletrônicos, mas eles terão que ser desligados e lacrados em envelope na hora da realização da prova. Durante a prova, é proibido o uso de óculos escuros e itens como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares.

Os gabaritos das provas devem ser divulgados no dia 9 de novembro. Já o resultado individual de cada candidato ficará disponível posteriormente, em data a ser comunicada pelo Inep. Os estudantes poderão acessar as respostas por meio da Página do Participante, na internet, e do aplicativo Enem 2016.

Por Orlando Santiago Mascarenhas
www.ipiranegocios.com.br