quinta-feira, abril 25, 2024

Mais de dois mil gestores municipais já estão reunidos em Brasília para denunciar a crise financeira enfrentada pelos municípios e buscar soluções

Com a presença de mais de dois mil gestores de todo o Brasil teve início na manhã desta terça-feira (03), em Brasília a Mobilização Municipalista “Municípios sem estrutura, população desassistida”. Na abertura da mobilização foi anunciada uma caminhada da Câmara dos Deputados até o Tribunal de Contas da União (TCU), onde os prefeitos serão recebidos para audiência e outra reunião que ocorrerá com a Controladoria-Geral da União (CGU). Organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) a mobilização, que acontece até esta quarta-feira (04), tem o objetivo de denunciar a crise financeira enfrentada pelos municípios e buscar soluções.

“Estamos aqui em caráter de urgência, porque nós precisamos regularizar as contas das prefeituras. Nós queremos um remédio imediato não aguentamos mais esperar”, ressaltou o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), prefeito Quinho de Belo Campo.

O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, reforçou que os municípios sofrem uma crise estrutural e afirmou que de acordo com estudos da CNM a situação tem sido agravada nos últimos anos em várias áreas da gestão, principalmente da Saúde, Educação e Assistência Social. “Vamos levar todos esses estudos ao Tribunal de Contas da União TCU e à Controladoria-Geral da União para pedir uma auditoria. Também vamos entregar à Câmara e ao Senado”, afirmou.

Confira a programação deste dia 3 de outubro da Mobilização Municipalista:

10h
Abertura da Mobilização “Municípios sem estrutura, população desassistida”
Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães;

15h
Audiência com a Controladoria-Geral da União (CGU)
Local: Gabinete do ministro da CGU;

16h
Concentração no Salão Verde – caminhada ao TCU;

17h30
Audiência no Tribunal de Contas da União (TCU)
Local: Auditório do TCU.

Fonte UPB

recentes