Câmara Municipal de Comerciantes, aposentados, agricultores, autônomos, servidores públicos, dirigentes sindicais e diversas outras classes trabalhistas irão se reunir na manhã desta sexta-feira (11), às 10h, em frente a agência do Banco do Brasil de Mairi para fazerem uma manifestação pacífica contra o fechamento da agência na cidade.

O ato tem o objetivo de chamar a atenção da Gerência Regional do Banco do Brasil e reforçar o quão importante a instituição é para o desenvolvimento de Mairi e região. Milhares de mairienses e pessoas de cidades circunvizinhas precisam do serviços do Banco para realizarem suas transações financeiras.

Alvo de ação criminosa em abril de 2017, a agência do Banco do Brasil tem disponível apenas serviços que podem ser realizados através do terminal de autoatendimento.

O prefeito Jobope e o vice-prefeito Gustavo já se reuniram algumas vezes com a Superintendência do Banco para tentar resolver o problema. A última tentativa ocorreu em abril passado em reunião em Salvador com o Superintendente Cristiano dos Santos. Cristiano disse “que não existe nenhuma decisão concreta sobre o fechamento da agência e que o caso continua sendo analisado pela direção do banco”.

Por Agmar Rios