Mais de 50 manifestações foram marcadas em diferentes regiões do país nesta quinta-feira (18) pedindo a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB) e eleições diretas.

As chamadas para os protestos foram intensificadas após o presidente Michel Temer afirmar, no Palácio do Planalto, que não renunciará e que não teme delação.

Confira a situação dos protestos nas diferentes regiões do país.

Rio de Janeiro (RJ)

Manifestantes começaram a se reunir na Candelária, no Centro da capital, por volta das 17h. O batalhão de choque está no lugar para acompanhar o ato.

Os atores Wagner Moura, Leandra Leal e Humberto Carrão foram flagrados no protesto.

Goiânia (GO)

O ato seguia pacífico pelas ruas do centro da cidade, quando uma motorista tentou furar o bloqueio feito para o protesto. A ação gerou tumulto e terminou com duas pessoas feridas.

São Paulo (SP)

A manifestação na capital paulista estava marcada para começar em frente ao Masp, na Avenida Paulista, às 19h. No entanto, manifestantes começaram a se reunir desde as 17h no local, com cartazes de ‘Fora Temer’, ‘Fora todos eles’ e ‘Diretas já!’.

Brasília (DF)

Por volta das 17h, manifestantes começaram uma passeata em direção à Praça dos Três Poderes. Um grupo a favor da intervenção militar compareceu ao local, e houve troca de provocações. De acordo com o G1, não há relato de confronto físico até o momento.

Curitiba (PR)

O frio de 15ºC e a chuva parecem ter esvaziado os protestos contra Michel Temer na praça Santos Andrade, no centro da capital. A maioria dos manifestantes ficou sob a cobertura do prédio da UFPR (Universidade Federal do Paraná), para se proteger da chuva.

Noticias ao Minuto