sábado, junho 22, 2024

Marcelo é apresentado no Flu com Maracanã em festa: ‘voltando para casa’

LUIZA SÁ RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Marcelo chegou ao Fluminense. Ou “voltou para casa”, como ele mesmo disse diversas vezes. Para um público de mais de 30 mil pessoas, o lateral-esquerdo foi apresentado no Maracanã nesta sexta-feira (10).

Marcelo volta ao Flu depois de 17 anos na Europa. Ele assina até o fim de 2024 com possibilidade de renovar por mais um ano.

Jogadores como Cano, Ganso, Nino e o ex-atacante Fred estiveram presentes na cerimônia.
Estou muito, muito feliz. Estou voltando para casa… Voltando, não. Já estou aqui! Obrigado a todos pelo carinho de sempre. Foram 17 anos longe de casa, mas com sentimento muito bom. Hoje, tenho alegria de estar de volta. Tenho certeza que vai dar tudo certo. Vou brigar, vou correr, vou lutar para dar alegria para vocês. Não vai faltar entrega, paixão. Tudo por vocês”, declarou Marcelo.

MÁSCARAS

O Fluminense se preparou para incrementar a festa no Maracanã e distribuiu máscaras aos torcedores na entrada do estádio. Isso aconteceu também na despedida de Fred.
O rapper Filipe Ret abriu a cerimônia com um show que empolgou a torcida.

Durante a festa, camisas especiais de Marcelo foram jogadas aos torcedores. Havia um outro modelo a venda na loja do estádio também.

O Fluminense também deixou um clima diferente no Maracanã com as luzes. O show de celulares fez o cenário mais bonito ainda.

O clube ainda colocou à venda nas lojas do estádio um copo e uma camisa especiais do jogador.

O melhor momento da minha vida, estou voltando para casa, obrigado a todos. Sempre sonhei em estar aqui com vocês, me sentir mais um guerreiro, brigar por todos os títulos. Tenho certeza que esse ano vai ser maravilhoso para nós”, completou.

PROVOCAÇÕES

Sobrou espaço também para provocações a Flamengo e Botafogo. O primeiro por ter perdido a Taça Guanabara e o segundo por não contratar Marcelo.

A torcida cantou o nome de Vitor Pereira e provocou lembrando: “Real Madrid pode esperar a sua hora vai chegar”.

Para o Botafogo, cantos de “é bairro”. Marcelo sempre falou da relação com o Botafogo, mas retornou ao Flu, onde foi criado.

recentes