Marciel Sena e suas formas de se reinventar

153

Há 14 anos Marciel Sena cheio de ideias e 150 reais dava início ao Barracão dos Lanches. Com criatividade e pouco dinheiro ele ousou e o resultado foi um ambiente moderno e rústico ao mesmo tempo; artesanal e aconchegante. E o melhor, lanches gostosos e com preço acessível. A coisa deu tão certo que o Barracão teve 5 espaços, se tornou em pouco tempo numa das principais referências em lanches da cidade.

Mas Marciel não parou por aí. O Barracão dos Lanches se tornou itinerante, percorreu 18 cidades, sempre com a mesma qualidade, criatividade e preços acessíveis. O padrão só foi sendo apurado. Ambiente “rústico” como ele próprio faz questão de frisar, porém de muito bom gosto. Dotado de apurada visão inovadora, Marciel imprimiu sua marca. Tudo em seu devido lugar: palhas, telhas, paletes e objetos inusitados bem iluminados iam ganhando personalidade.

E o principal, o sabor, variedade e qualidade do lanche?

Olha, quem conhece pode garantir, tudo isso: decoração, objetos antigos, artesanato, luz e cores não distraíam nossos sentidos. O colorido e as formas do ambiente se misturavam magicamente, numa relação com os cheiros e sabores do Barracão que — podemos apostar — nem mesmo o próprio Marciel Sena explica. Mas era perfeito. Sem dúvida é coisa de artista! Mas, acredite, ele não parou por aí.

150 reais e boas ideias nunca foram tão bem produtivos. Tanto que o nosso garoto prodígio desenvolveu muitos outros projetos… Bem, poderíamos aqui relembrar detalhes do “Matutos Lanches, da “Casa de Palha”, do espaço “A Praça”, “O Rancho Tia Lita” ou de empreendimento, em cada cidade onde Marciel desembarcou com suas ideias de encantar todos os sentidos, e isso não seria de forma alguma dispendioso, mas tá na hora de anunciar a mais nova boa ideia deste rapaz. Vem aí — D’Sena hamburgueria.

E aí não vou adiantar mais nada. Quem já conhece Marciel não vai se decepcionar. E quem ainda não viu… Ah, vai se surpreender.

Por Marciel Sena