Matagal toma conta de terreno no Bairro da Bolívia e outras localidades; moradores reclamam do descaso

29

Mesmo diante de vários casos de dengue, não é raro encontrar em Ipirá, terrenos tomados por mato e lixo. Esses problemas, que parecem atingir proporções cada vez maiores, têm incomodado a população. No Bairro da Bolívia, moradores reclamam do matagal que se formou em um terreno na rua José Ângelo Lima, nos fundos do Posto Camisão.

Preocupado com a situação, um morador entrou em contato com o site Ipirá Notícias e pediu que a situação fosse divulgada para quem sabe assim o proprietário do terreno ou a prefeitura tomem providências.

“Ninguém aguenta mais a quantidade de insetos como muriçocas, baratas, ratos […]. Tem lugar que o mato já passa de três metros de altura e a prefeitura não toma nenhuma providência.”, reclama o morador.

Além essa localidade, outras ruas e bairros de Ipirá sofrem a mesma situação. O Loteamento 7 de Julho entre a Fundal e o Centro Paroquial passa pela mesma situação. Em contato com o secretário de Infraestrutura, ele informou ao CN que a culpa é dos proprietários dos terrenos. No entanto, sabemos que a função do município é zelar pela saúde pública. Todos os terrenos são cadastrados no setor de tributos da prefeitura. Cabe ao município, notificar e autuar os responsáveis pelos respectivos terrenos, para que seja efetuada a limpeza e fechamento das propriedades em aberto.

Da Redação CN com informações e imagem do Ipirá Notícias