Moradores da Praça São José em Ipirá, reclamam de baderna e pedem solução

389

Moradores da Praça São José mais conhecida como Praça do Puxa em Ipirá, estão vendo a tranquilidade que sempre marcou a localidade virar baderna e pesadelo. Isso porque segundo moradores, com a chegada do asfalto e da inauguração da nova Biblioteca Eugênio Gomes, o que deveria trazer beleza e progresso acabou virando um verdadeiro inferno para os moradores.

De acordo com informações, nos finais de semana e feriados um grupo de pessoas com motos berradas ficam fazendo disputas do chamado “grau”, quando levantam e conduzem as motos com a frente levantada colocando em risco os moradores e atraindo outras pessoas que admiram as manobras lotando a praça, nesses encontros há consumo de drogas e bebidas alcoólicas.

Segundo um morador, o ambiente fica ainda pior porque o Puxa virou encontro de “gangues” rivais que disputam o poder ocasionando constantes brigas, na semana passada um garoto de 14 anos foi espancado até ficar desfalecido e nessa terça-feira (12), uma pessoa foi esfaqueada com vários golpes nas costas, braços e outras partes do corpo. Para poder trazer tranquilidade a família, um morador teve que abandonar sua casa na Praça São José e ir morar em outra rua, as perguntas que os moradores se fazem é: O que fazer? A quem recorrer? E quem pode fazer?

Outras localidades passam pelo mesmo problema

Ao ver o relato do morador em uma rede social, outras pessoas também se manifestaram ao falar que enfrentam o mesmo problema nas localidades que moram, o relato é o mesmo, menores usando drogas, pessoas dando cavalo de pau e assustando os moradores, a polícia é chamada e se desloca até o local, porém quando sai, os baderneiros voltam a tirar o sossego dos moradores, outra localidade citada foi a Praça Roberto Cintra, onde além das motos berradas, carros com som em um volume alto, pessoas circulando altas horas gritando e jogando garrafas de vidros nas portas das pessoas, tiram o sossego dos moradores.

Fonte: Site Ipirá City