sábado, junho 22, 2024

Morte de motorista e ataque à casa de ex-cunhado podem estar ligados à execução de empresário em Feira

Dois crimes podem estar associados ao assassinato do empresário Marcos Marinho, de 39 anos, em Feira de Santana ver (aqui e aqui). Até esta segunda-feira (20), nenhum acusado foi preso, e a motivação segue desconhecida.

No entanto, dois casos ocorridos em Ipirá, na Bacia do Jacuípe, cidade natal de Marcos Marinho, podem trazer indícios sobre o crime.

Segundo reportagem do Domingo Espetacular da Record, deste domingo (19), um caso se refere à morte de Lourival Pereira Leite, de 33 anos, no dia 16 de julho do ano passado, em uma rua da cidade.

Lourival, conhecido como Nem do Povo, atuava como motorista de Marcos Marinho, e foi morto com diversos tiros quando estava a bordo de um carro (lembre aqui).

Nem do Povo / Foto: Reprodução / Caboronga Notícias

O outro fato é sobre a tentativa de assassinato do ex-cunhado de Marcos, não identificado, em fevereiro do ano passado. Três homens armados invadiram a casa do alvo e metralharam o imóvel. No momento da ação, o ex-cunhado não estava na residência. Desde então, o homem não foi mais visto.

Foto: Reprodução / Domingo Espetacular

Bahia Notícias

recentes