Mulher morre durante bronzeamento artificial no País de Gales

125

Uma mulher de 30 anos morreu durante uma sessão de bronzeamento artificial no País de Gales, no Reino Unido. O incidente ocorreu no último sábado, dia 28.

Segundo a imprensa britânica, a mulher morreu numa cabine de bronzeamento durante uma sessão que demorava apenas 11 minutos. Tudo indica que teria sofrido uma parada cardíaca.

O alerta foi dado pelo marido da vítima, que pediu à sua mãe para ir até ao salão à procura da mulher, onde viria a ser encontrada morta.

À imprensa britânica, um porta-voz do salão confirmou que “um cliente morreu” no “sábado, dia 28 de maio”. “Apresentamos as nossas condolências à família e amigos da vítima, e também oferecemos aconselhamento a qualquer pessoa afetada. Estamos cooperando com a investigação deste caso”, afirmou.

Já as autoridades locais disseram que “a polícia do País de Gales foi chamada por volta das 16h05 de sábado, 28 de maio, pelo Serviço de Ambulâncias do País de Gales, após relatos de que o corpo de uma mulher tinha sido encontrado em instalações comerciais em Carmarthen Road, Forestfach”.

“Acredita-se não haver circunstâncias suspeitas em torno da sua morte”, acrescentou um porta-voz da polícia.

O marido, natural do País de Gales, está agora tentando juntar 5500 libras [cerca de 32 mil reais] para realizar o funeral na Nova Zelândia, de onde a mulher era natural.