Mulheres são maioria no comando das Bases Comunitárias de Segurança na Bahia

Um dado surpreendente foi divulgado nesta quarta-feira (8), no Dia Internacional da Mulher. Na Polícia Militar da Bahia, uma instituição que geralmente é associada a figura masculina, as mulheres são maioria no comando das bases comunitárias de segurança.

Das doze Bases Comunitárias de Segurança (BCS) de Salvador e região metropolitana (RMS), sete são comandadas por mulheres com menos de quarenta anos.

Aos 31, a capitã Camila Soledade é uma das profissionais que comanda um efetivo de 65 homens e quatro mulheres em atividades de prevenção e combate à violência. A militar afirma que nunca permitiu que o machismo afetasse sua vida pessoal e nem profissional.

*“O machismo tenta travar a mulher onde ela não quer ficar. Tive uma educação que me permitiu quebrar as amarras do machismo muito cedo. Sei que posso ir onde eu desejar. Hoje sou mãe e também capitã de polícia. Sempre quis as duas coisas e aqui estou”, disse a comandante da BCS Rio Sena.

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br