Passadas as festividades juninas, as atenções nos municípios brasileiros se voltam para a campanha eleitoral que já estão em plena efervescência. Desde a promulgação do resultado das eleições de 2012, o Município de Ipirá, distante 202 km de Salvador, vive uma verdadeira turbulência administrativa, tendo pela primeira vez na sua história, quatro prefeitos em um único mandato.

Tudo começou quando a prefeita eleita Ana Verena Rios Colonnezi renunciou ao mandato, passando o cargo para o seu vice, Ademildo Sampaio Almeida que após enfrentar uma série de dificuldades em sua administração, teve que se afastar por três períodos, para tratamento de saúde. Assumiu os destinos do município durante estes períodos, o presidente da Câmara de Vereadores, Aníbal Ramos Aragão.Com o recente falecimento do prefeito Ademildo, o município passará por dois pleitos eleitorais. Um indireto, onde os vereadores terão que eleger os novos prefeito e vice que cumprirão um mandato tampão até 31 de dezembro de 2016.

O outro pleito eleitoral acontecerá no dia 2 de outubro, onde o eleitorado do município comparecerá as urnas para eleger o prefeito, vice-prefeito e os quinze novos vereadores para quatro anos de mandato que corresponderá aos anos de 2017 à 2020.

A Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997, em seus vários artigos resoluções disciplina os procedimentos relativos à escolha e ao registro de candidatos nas eleições de 2016.

Poderá participar das eleições o partido político que, até 2 de outubro de 2015, tenha registrado seu estatuto no TSE e tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído no município, devidamente anotado no Tribunal Regional Eleitoral competente (Lei nº 9.504/1997, art. 4º; Lei nº 9.096/1995, art. 10, parágrafo único, inciso II; e Res.-TSE nº 23.282/2010, arts. 27 e 30).

Das Convenções

A escolha de candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações deverão ser feitas no período de 20 de julho a 5 de agosto de 2016, obedecidas as normas estabelecidas no estatuto partidário, lavrando-se a respectiva ata e a lista de presença em livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral (Lei nº 9.504/1997, arts. 7º e 8º).

Colégio Eleitoral

Na Bacia do Jacuípe o maior colégio eleitoral é o Município de Ipirá com 46.069 eleitores aptos, seguido de Riachão do Jacuípe em segundo com 25.118 e o terceiro maior fica em Capim Grosso com 22.459. 4º Serra Preta com 17.348. 5º Baixa Grande (16.154) 6º Mairi (14.695) 7º Pé de Serra (11.255) 8º Várzea da Roça (10.990) 9º Capela do Alto Alegre (9.401) 10º Pintadas (8.616) 11º Quixabeira (8.322) 12º São José do Jacuípe (7.960) 13º Nova Fátima (7.376) 14º Várzea do Poço (6.824) 15º Gavião (4.423).

Caboronga Notícias com imagem via whatsapp