O município de Madre de Deus, 60 km de Salvador, doou 2,1 toneladas de alimentos para a Associação Desportiva Bravolândia com o objetivo de contribuir para famílias de baixa renda. Todos os anos, a prefeitura de Madre de Deus arrecada alimentos com o Madre Music e repassa os produtos para ONGs e Associações cadastradas na Secretaria de Ação Social deste município.

Pela primeira vez, uma associação de Serra Preta se cadastrou e foi contemplada com um pouco mais de duas toneladas, que serão destinadas para famílias com baixa segurança alimentar. O prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade, se sensibilizou com a dificuldade que o semiárido vem enfrentando com a seca e fez de tudo para que uma associação de Serra Preta fosse beneficiada.

O pedido dos alimentos partiu do professor Mário Ângelo Barreto, que produziu um pequeno documentário sobre a seca em Serra Preta. “Não foi fácil conseguir. O prefeito de Madre de Deus aprovou a ideia, mas precisaria de uma associação de Serra Preta, toda cadastrada e com documentação atualizada. Três associações foram reprovadas, mas a gente conseguiu uma parceria com a Associação Comunitária Bravolândia, que providenciou em caráter de urgência a documentação”, disse Barreto.

Mário Ângelo também destaca o empenho de Aldinho, prefeito de Serra Preta, e do secretário de saúde Paulo Sérgio. “Além de Jefison Figueredo, presidente do Bravolândia, o prefeito de Serra Preta monitorou todo o processo. Liguei para ele quase 2h horas da manhã e o transporte e ajudantes foram providenciados rapidamente. Foi tudo feito com a maior eficiência. Contemplada a associação, em menos de 24h os alimentos partirão para Serra Preta”.

Os alimentos já estão com a associação comunitária Bravolândia, que esta semana cadastrará as famílias beneficiadas. Os contemplados receberão feijão e arroz. Em menor quantidade, a associação recebeu pacotes de leite em pó, que será destinada para famílias com crianças. O Bravolândia contará com o apoio de dados da prefeitura para escolher as famílias que mais precisam. Visitas serão feitas nas residências dos beneficiados para colhimento de dados. Cópia dos documentos será encaminhada para a Prefeitura de Madre de Deus como prestação de contas.

Por: Mário Ângelo