terça-feira, abril 23, 2024

Municípios chapadeiros enfrentam um dos maiores surtos de dengue já registrados na região

Os moradores de vários municípios da Chapada Diamantina enfrentam um dos maiores surtos de dengue já registrados na região. Ibicoara, Irecê, Iramaia e Morro do Chapéu estão entre as cidades mais afetadas pela doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Segundo informações do correio24horas, no período entre 31 de dezembro do ano anterior e a última quarta-feira (14), foram contabilizados aproximadamente 6,3 mil casos prováveis da doença no estado, indicando um aumento de 4,8% em comparação ao ano anterior. Somente no decorrer de 2024, mais da metade (63%) dos municípios baianos reportaram notificações relacionadas a enfermidade. Foram 264 nos dois primeiros meses do ano.

A situação se torna preocupante devido ao fato de que o mosquito Aedes aegypti, além de transmitir a dengue em suas diferentes formas, desde a mais leve até a hemorrágica, também é vetor de transmissão dos vírus da zika, chikungunya e febre amarela. Em casos mais graves, todas essas doenças têm o potencial de evoluir rapidamente e levar o paciente ao óbito em poucos dias.

O controle do mosquito da dengue requer ações como a eliminação de criadouros, como recipientes que acumulem água parada, e a manutenção da limpeza de áreas propensas à reprodução do inseto. Além disso, o uso de repelentes e telas de proteção em portas e janelas auxilia na prevenção da picada do mosquito causador da doença, o Aedes aegypti.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), na Bahia, 23 cidades enfrentam um surto da doença, com municípios registrando mais de 100 casos de dengue por 100 mil habitantes. No sábado (17), ocorreu uma reunião para discutir ações de combate à doença, com a participação da ministra da Saúde, Nísia Trindade, e integrantes do governo estadual.

Ação de combate à doença

Em Morro do Chapéu, um dos municípios mais afetados pelo surto de dengue, a prefeitura tem implementado várias iniciativas para conscientizar a população sobre os riscos da doença. Agentes de saúde visitam regularmente as residências das comunidades locais e realizam um importante trabalho de combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti.

O combate ao mosquito conhecido por transmitir doenças como dengue, zika e chikungunya foi realizado no Bairro da Pedra Grande, abrangendo as ruas Tancredo Neves, das Angélicas, Jonas Arlergo, Avenida Senhor dos Passos, Beira Rio, Beira da Chapada e nas Travessas Jonas Arlergo e Elzo Miranda.

A prefeitura de Morro do Chapéu ainda utiliza o Carro Fumacê nos esforços de combate à Dengue, Zika e Chikungunya no período de 21/02 a 06/03. A ação abrange todos os bairros da zona urbana, bem como o povoado de Fedegosos, com o objetivo de reduzir a incidência dessas doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Jornal da Chapada

recentes