sexta-feira, abril 12, 2024

Neto afirma que apoios dos governos estadual e federal não devem interferir nas eleições

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB), afirmou na noite desta segunda (26), que não existe interferência dos governos estadual e federal nas eleições municipais, comparando a duas eleições em que saiu vitorioso e a primeira conquista do atual gestor, Bruno Reis (UB), que deve disputar a reeleição.

“É um debate, principalmente municipal. O que vai estar em jogo é o futuro da cidade, são os problemas da cidade, os desafios da cidade, o preparo que o prefeito tem, certamente, e vai comprovar, de ficar mais quatro anos. Não há essa interferência. Aliás, eu sou prova viva disso, me elegi duas vezes, prefeito do Salvador, Bruno também, que se elegeu uma vez, então já temos três eleições consecutivas com vitórias na capital, mesmo sem o apoio do governo do Estado e sem o apoio do governo federal. Então, a dinâmica é outra, completamente diferente, e o que vai estar realmente em jogo é o futuro de Salvador e o povo fará, certamente, a sua escolha, a partir de quem é o mais preparado para ser o prefeito nos próximos quatro anos”, disse ACM.

O ex-prefeito também comemorou a chegada dos novos partidos à base de Bruno Reis e afirmou que é uma conquista muito importante não só para a capital, mas também para o interior.

“A chegada dos partidos é muito boa, acontece numa hora excelente, porque ela tem um efeito importante, não apenas aqui em Salvador, no sentido de facilitar a arrumação dos nossos candidatos a vereador.

Bruno vai ter a esmagadora maioria dos candidatos ao lado dele e os partidos são o veículo, o instrumento para viabilizar um número maior de candidaturas e no interior também tem um efeito importantíssimo para a gente, porque a gente sabe que nós temos não só o União Brasil, mas outros partidos que compõem a nossa aliança. Agora, tem muitas cidades que faltam partido e agora com esse protagonismo do PRD e do DC, a gente vai expandir ainda mais a nossa musculatura no interior, atraindo novas lideranças”, concluiu.

Fonte: Bahia Notícias – Foto: Ascom

recentes