No Brasil já fomar confirmados 195 casos de febre amarela, com 69 mortes

Em novo boletim, o Ministério da Saúde atualizou o número de casos de febre amarela nesta terça-feira (7). Desde o início do surto, foram recebidas 1.048 notificações – destes, 195 casos e 69 mortes são confirmados.

Deste total de notificações, 76 foram descartadas. A maior parte delas foi recebida em Minas Gerais, com 894 suspeitas recebidas pelas unidades de saúde – o estado investiga 666 casos.
Espírito Santo ainda é o segundo estado com maior número de ocorrências da doença, com 111 notificações, 91 casos em investigação e 18 confirmados. Bahia e São Paulo têm 9 e 5 suspeitas de febre amarela, respectivamente.

O ministério também divulgou a lista dos municípios que precisam se vacinar contra a febre amarela e também daqueles que foram incluídos na lista após o início do surto deste ano.

Por enquanto, as secretarias de saúde dos estados e o Ministério da Saúde dizem que não há registros da doença em zonas urbanas. A febre amarela está nas regiões rurais, silvestres e de mata, sendo transmitida pelos mosquitos Sabethes e Haemagogus. Pessoas que moram nestas regiões ou vão viajar aos locais de risco devem ir até uma unidade de saúde e receber uma dose da vacina contra a doença, distribuída de graça.

Segundo o último boletim da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), divulgado na última segunda-feira (6/2), subiu para 11 o número de casos suspeitos da febre na Bahia, com o registro de suspeita em dois novos municípios, um em Itamaraju e outro em Nova Viçosa. Cinco municípios tiveram notificações: um em Itiúba, quatro em Coribe, um em Itamaraju, um em Nova Viçosa, um em Mucuri e três em Teixeira de Freitas.

Fonte G1 e Correio