O número de mortos por causa das explosões ocorridas em um mercado de fogos de artifício do município mexicano de Tultepec chegou a 40 pessoas no sábado (14), depois que uma das vítimas que permanecia internada em um hospital morreu, informaram a Agência Efe fontes do Estado do México.

Petronila Solana García morreu na tarde deste sábado no Hospital das Américas de Ecatepec, onde estava hospitalizada por queimaduras graves desde o dia 20 de dezembro, quando aconteceu a série de explosões que reduziram a cinzas o Mercado de Pirotecnia de São Pablito, em Tultepec, a cerca de 32 km da capital mexicana. Imagens da rede Televisa mostraram uma série de explosões multicoloridas antes da formação de um grande cogumelo de fumaça sobre o local.

Segundo testemunhos de uma sobrevivente, as explosões começaram quando uma criança acendeu um foguete.
No entanto, as autoridades do Estado do México (centro do país) ainda não concluíram as investigações sobre as causas que puderam ter provocado o incidente, já considerado como o mais grave de seu tipo na história recente do país.

De acordo com a Milenio TV, o coordenador de proteção nacional civil, Luis Felipe Puente, afirmou que casas próximas ao mercado também foram atingidas.

Em 2005 e 2006, outros dois incêndios afetaram o mesmo mercado no México. O país costuma comemorar feriados – como o Dia da Independência, o Natal e o Ano Novo – com disparo de foguetes e fogos de artifício.

Por Agencia EFE – (Foto: Mario VAZQUEZ / AFP)