segunda-feira, maio 20, 2024

Nos EUA, ex-presidente Bolsonaro admite possibilidade de ficar inelegível

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) admitiu, nesta terça, 14, a possibilidade de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) torná-lo inelegível até as eleições de 2026. Durante evento com brasileiros nos Estados Unidos, que teve a presença da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, ele afirmou que pode voltar ao Brasil no próximo dia 29.

“Existe a possibilidade de inelegibilidade, sim, mas a questão de prisão só se for arbitrariedade”, disse Bolsonaro, ao citar desdobramentos da investigação sobre uma reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada, em julho de 2022, quando ele levantou suspeitas sobre o sistema eleitoral brasileiro.

Michelle, que embarcou anteontem para os EUA, seguiu direto para o evento. Bolsonaro chegou a dizer que estava “aditivado” esperando a mulher. Durante o evento, ele respondeu a perguntas e afirmou que pretende voltar para o Brasil no fim do mês. “Eu sempre marco uma data para voltar. A data marcada agora é dia 29 deste mês. Sete dias antes a gente estuda a situação: como está o Brasil, como estão os contatos aqui”, declarou.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

recentes