quinta-feira, maio 30, 2024

Nova vacina de alta proteção contra gripe para idosos chega à rede privada em abril

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A farmacêutica francesa Sanofi Pasteur lançou uma nova vacina contra o vírus influenza, causador da gripe. A Efluelda, voltada ao público a partir de 60 anos, estará disponível nas clínicas particulares a partir de abril. O preço médio ainda não foi informado.

Ela é quadrivalente e protege contra duas cepas do Influenza A e duas do B. Apresenta quatro vezes mais antígenos -a vacina de dose padrão tem 15 microgramas para cada cepa e a Efluelda, 60- e proporciona uma eficácia relativa de 24,2% a mais na proteção da população idosa, se comparada ao imunizante de de dose padrão.

Segundo nota técnica da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações), a maior concentração de antígenos permitiu aumentar a resposta do sistema imunológico dos idosos à vacina, em especial contra o Influenza A (H3N2), mais comum e grave nesta parcela da população. A proteção para influenza e suas complicações oferecida pelas vacinas de dose padrão para a faixa etária é inferior à verificada em jovens.

Os efeitos adversos mais comuns causados pela nova vacina são semelhantes aos da tradicional -dor, vermelhidão e inchaço no local da aplicação, dor muscular e de cabeça.

A rede privada já oferta uma vacina quadrivalente para pessoas de qualquer idade. O preço médio é de R$ 80 a R$ 130, a depender da região do país, segundo Fabiana Funk, presidente do Conselho de Administração da ABCVac (Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas).

“A vacina da gripe [de dose padrão] já chegou para a grande parte das clínicas do Brasil. Este ano nós tivemos um adiantamento da chegada da vacina, o que foi ótimo, porque é preciso tomá-la o quanto antes. Quem tiver possibilidade de acesso a Efluelda e for acima de 60 anos deve tomá-la. É uma vacina que responde quatro vezes mais do que a quadrivalente, que já é ótima contra o influenza. Quem não tiver acesso à Efluelda, vacine-se com a quadrivalente. Se não tiver possibilidade ou condições, espere a do SUS, em abril. Em qualquer um dos casos, vacina boa é vacina no braço”, afirma Fabiana Funk.

A vacina oferecida pelo SUS (Sistema Único de Saúde), indicada a todo público, é trivalente e protege contra duas cepas do influenza A e uma do B.

“A vacina do SUS, a trivalente, foi usada durante muitos anos, muito antes de ter a quadrivalente, comprovando o quanto ela reduz, em termos de população, o número de hospitalizações, idas ao pronto-socorro e de mortes por gripe. A gente tem uma queda, de acordo com as coberturas vacinais, muito nítidas. Em populações vacinadas, você tem doenças mais leves, com menos complicações, internações e mortes por gripe”, explica Mônica Levi, presidente da SBIm.

A gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão. Existem quatro tipos de vírus influenza: A, B, C e D. Os tipos A e B são responsáveis pelas epidemias sazonais.

As complicações da gripe podem ocorrer principalmente em idosos, doentes crônicos e menores de 2 anos. A pior delas é a pneumonia.

recentes