Número de policiais mortos em Salvador chama atenção para os riscos da profissão; veja dados

162

Três policiais militares foram mortos somente no último final de semana em Salvador. O dado assusta e chama atenção para os riscos da profissão. Com cinco mortes em apenas quatro meses, o número de PMs mortos na capital em 2022 apresenta um crescente em relação ao mesmo período do ano passado. Ao todo, 23 homicídios de oficiais foram registrados em 2021.

O tenente-coronel da Polícia Militar, Wellington Morais, disse que incursões já foram iniciadas desde a confirmação da morte do soldado Alexandre Menezes, no último sábado (7). “Nós estamos com força total para capturar os responsáveis, caso eles não resistam à prisão. Estamos empreendendo esforços com incursões na região de Cajazeiras, nos locais onde houveram esses confrontos”.

O tenente afirmou que a iniciativa também busca encontrar os autores dos disparos que mataram outros dois militares neste domingo (8). “Nós estamos em luto com a morte do nosso soldado e com a morte dos outros policiais em outro caso, que a princípio não tem relação, e está sendo investigado pela Polícia Civil”.

As vítimas Vitor Vieira Ferreira Cruz e Sanderson Lopes Ferreira foram mortas enquanto retornavam do enterro de outro agente, Alexandre José Ferreira Menezes Silva.

O soldado Alexandre foi morto no sábado (7) com um tiro na cabeça durante operação policial. Os três policiais faziam parte da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Em relação aos números, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse que lamenta profundamente as mortes violentas de policiais e determina, nesses casos, total “auxílio às famílias, além de prioridade na investigação e identificação dos autores”.

Por redação BNews com imagem de divulgação