Onda de frio: temperaturas devem continuar baixas no fim de semana

86

Após cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Goiânia registrarem frio recorde nesta semana, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é que as temperaturas continuem baixas, em grande parte do Brasil. Há, inclusive, previsão de formação de geada em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.

Somente a partir de sábado, 21, é que a tendência é de aumento das temperaturas. O frio perde intensidade, mas as madrugadas ainda serão de temperaturas baixas em boa parte do País. Em São Paulo, no domingo, 22, a mínima será de 10ºC e máxima, de 22ºC.

O ar frio de origem polar, então, começa a perder força, se afastando para o oceano, no início da próxima semana. De acordo com a empresa Climatempo, em São Paulo o tempo será firme e seco, sem chuva pelo menos até terça-feira, 24, quando a previsão para a temperatura mínima será de 12ºC. A máxima é de 25ºC.

Segundo metereologistas, o fenômeno La Niña está favorecendo temperaturas mais baixas no Oceano Pacífico e isso deve influenciar a entrada de massas de ar frio no outono e inverno.

Com a chegada da intensa onda de frio que provocou queda brusca de temperatura em praticamente todo o Brasil, alguns cuidados são essenciais para evitar o desconforto provocado nesta época do ano. Além de manter o corpo aquecido com roupas quentes e cuidados com a pele e os cabelos, a prática de exercícios também é indicada. Quem possui alguma doença crônica, como a artrite, é essencial seguir um tratamento indicado para que as dores não incomodem.