Ônibus que seguia de São Paulo para a Bahia, cai em ribanceira, deixa oito mortos e 44 feridos

1335

Um grave acidente envolvendo um ônibus rodoviário da Empresa de Transportes Gontijo, também conhecida por seus clientes como Viação Gontijo, ocorrido no final da noite deste sábado (2), acabou deixando 8 mortos e mais de 40 feridos, como informa a Rádio Muriaé. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu na altura do km 790 da BR-116, em uma ribanceira de difícil acesso, na região da Serra da Vileta, no município de Leopoldina, no interior de Minas Gerais.

O ônibus ao sair da rodovia, teria capotado e caiu no Córrego do Angu, ficando submerso, apenas com as rodas fora da água. Segundo o jornal O Vigilante On Line, o coletivo da Gontijo seguia viagem com 52 pessoas, e teria saído do município de Barra do Rocha, em São Paulo, com destino à Ubatá, na Bahia.
Equipes do Corpo de Bombeiros das cidades de Leopoldina, assim como de Além Paraíba e de Juiz de Fora atenderam a ocorrência. Informações preliminares dão conta de que há 8 mortos e 44 feridos no acidente.
Diversas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU das cidades de Leopoldina, Cataguases, Laranjal, Muriaé e de Além Paraíba, Polícia Militar de Minas Gerais e da Polícia Rodoviária Federal, atenderam a ocorrência. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, chovia no momento do acidente.
Os feridos foram encaminhados para o Pronto-Socorro da Casa de Caridade Leopoldinense. A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e esteve no local para realizar os trabalhos para tentar identificar as causas do acidente.
Agentes da Polícia Rodoviária Federal, informaram que na região do acidente, não há cobertura de telefonia celular, o que teria dificultado o contato para as equipes de resgate.
Até às 7h deste domingo (3), a Empresa Gontijo de Transportes ainda não tinha se manifestado sobre o acidente, o que deve ocorrer nas próximas horas. As causas do acidente ainda são desconhecidas. Com informações do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Polícia Rodoviária Federal, Rádio Muriaé e SAMU. //Revistadoônbus