“Os mais importantes vamos pegar”, diz Moraes sobre milícias digitais

144

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, reafirmou nesta sexta-feira (20) que as eleições de outubro não serão submetidas às milícias digitais. “Podemos não pegar todos, mas os mais importantes vamos pegar”, disse.

Moraes ainda ressaltou que o desafio da Justiça Eleitoral será dar uma resposta rápida aos mecanismos utilizados por integrantes desses grupos. “Rapidamente verificar, brecar e sancionar, para não deixar proliferar às vésperas das eleições”, disse durante evento organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O ministro ainda contextualizou a ação das milícias digitaos, ressaltando que elas foram iniciadas pela extrema direita dos Estados Unidos e que a democracia brasileira não tinha “anticorpos” para combatê-las. “O problema das milícias é atacar a legitimidade das eleições. Se mudar o instrumento, ela ataca do mesmo jeito”.

Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro ajuizou notícia-crime para investigar Moraes sob acusação de sucessivos ataques à democracia, desrespeito à Constituição e desprezo a direitos e garantias fundamentais.

BNews