O padre responsável pela paróquia do município de Serra Preta – a 150 km de Salvador -, Gilmar de Assis, foi vítima de injúria racial em mensagem de áudio postada em um grupo do WhatsApp que reúne moradores da cidade.

Além de ,termos racistas, o agressor, ainda não identificado, faz ameaça de morte ao religioso recém chegado à cidade.

“Colocaram um negão embaçado, não é porque é negão, não, mas pense num padre burro, num animal. Um padre velho, preto, que colocaram agora […] ninguém sabe de onde veio, deve ter vindo dos infernos…pensa num preto burro, num jumento, num animal…” (sic), atacou.

Revoltados, moradores também usaram as redes sociais para repudiar a declaração com a hashtag #SomosTodosPadreGilmar. Uma internauta chegou a escrever “Vamos à luta Serra Preta, o racismo não é só com o padre, mas com a comunidade negra de Serra Preta”.

Por Redação Bnews