Um menino de 10 anos foi “crucificado” pelo pai por não ter feito o trabalho de casa passado pela professora. A criança foi amarrada a uma cruz numa calçada e ficou ajoelhada em uma caixa de plástico. Vizinhos fizeram imagens do momento, que ocorreu em Yongchuan, na China.

O pai da criança, no entanto, afirmou que aquilo não era “nada sério” e que tudo “não passava de uma piada”. Segundo o “Metro”, vizinhos disseram que o pai costuma ser bem severo com o filho. O homem é proprietário de uma loja que vende frutas.

O menino foi liberado do castigo após algumas horas. O caso foi amplamente repercutido no Weibo, rede chinesa equivalente ao Twitter. Não se sabe se a polícia vai investigar o caso.

Fonte: Jornal de Brasília