O Recôncavo baiano pode ter chuvas extremas nos meses de julho e agosto. Esta é uma previsão Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em conjunto com os Centros Estaduais de Meteorologia do Nordeste, divulgada nesta quinta-feira (2), por meio de um congresso técnico realizado pela Internet.

De acordo com o estudo, esta é uma previsão que atinge a zona do Recôncavo da Bahia e vai até o leste da Praíba. O estudo prevê totais pluviométricos que podem variar de normal a acima da faixa normal climatológica nestes dois meses, cujo período se refere ao final do período mais chuvoso ao longo da costa leste da região Nordeste.

O estudo entre o Inema e os órgãos da região abarca uma análise de tendências para julho, agosto e setembro. Este trimestre faz parte do final do período mais chuvoso em grande parte da faixa leste do Nordeste, onde os valores médios históricos variam entre 300 mm e valores acima de 500 mm.

Por Bahia Notícias