Pela primeira vez, homem recebe transplante de coração de um porco

David Bennett, de 57 anos, está hoje em boas condições de saúde após ter recebido um transplante do coração de um porco na sexta-feira (7).

A cirurgia feita na Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, marca a primeira vez que um porco geneticamente modificado é usado como doador de órgãos.

Dave concordou em ser o primeiro a submeter-se a este processo experimental, que durou nove horas, para substituir o seu coração pelo de um animal de 1 ano e 100 quilos criado especificamente para este fim.

“Isto é nada mais do que um milagre”, disse o seu filho, acrescentando: “Isto é o que o meu pai precisava e é o que sinto que ele recebeu”, revelou o USA Today.

O homem consegue respirar sem a ajuda de aparelhos. Contudo permanece ainda ligado ao respirador que faz cerca de metade do trabalho de bombear sangue para todo o corpo. Suporte que os médicos planejam retirar lentamente.

Notícias ao Minuto