Pesquisadores baianos vão à Brasília protestar contra corte no Ministério da Ciência

O anúncio de corte de 43% dos investimentos no Ministério da Ciência e Tecnologia causou indignação da comunidade acadêmica e pesquisadores baianos planejam ir à Brasília protestar. Representantes da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e mais 140 filiadas irão à capital federal nos dias 8 e 9 de maio endossar o movimento #cienciaocupabrasilia. A informação é da coluna Tempo Presente do Jornal A Tarde.

Conforme a publicação, são mais de R$2 bilhões de corte, que atingirão os institutos de pesquisas e universidades, além das pós-graduação. Aliado a isso, a associação avalia que a situação se agrava ainda mais com o corte de 21% no Ministério da Educação, o que atinge institutos de pesquisas.

O professor da Faculdade de Educação da UFBA e conselheiro do SBPC, Nelson Preto disse que nos últimos anos os orçamentos vêm sendo reduzidos de forma significativa, o que compromete de forma muito grave o futuro da juventude do país, disse à coluna. Ele reclama ainda da falta da participação da sociedade civil nos debates ao suprimir mais de 70 conselheiros responsáveis pelos diálogos com os governantes. “O que esperar de uma juventude sem expectativa, nem capacitação ou esperança, se não há recursos nem diálogo?”, questionou Preto.

Por: Redação BNews com imagem do Arquivo Divulgação