O Ceará fechou 2016 com 448 mil pessoas sem emprego fixo. Encontrar vaga está difícil até para quem tem diploma de nível superior, e para muitos, a alternativa tem sido mudar a área de atuação.

Em Barbalha, na região do Cariri, 40% dos garis têm nível superior concluído, sem contar os que estão na universidade. Célio Barbosa é técnico de Redes e hoje estuda o curso de técnico do Meio Ambiente. Como estava desempregado há oito meses, não pensou duas vezes em mudar de área. Ele passou em um concurso público para gari.

O trabalhador que não tem medo da mudança muitas vezes se redescobre como profissional em outra atividade. É o caso da Apoliete Sousa. Ela é formada em Pedagogia, mas há um ano trabalha como operadora ambiental em um ecoponto. E nem pensa mais em voltar para sala de aula. Veja mais detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro/SBT:

Por Tribuna do Ceará em Jornal Jangadeiro