Segundo o delegado, a suspeita é que tenha sido falha mecânica, já que não houve choque com outro veículo e a sobrevivente do acidentou relatou boas condições de visibilidade e de tráfego, além da condutora ter experiência no trajeto.

O delegado Sérgio de Araújo Vasconcelos, titular da delegacia de Coração de Maria, informou que a Polícia Civil vai investigar o que pode ter motivado o acidente que matou quatro enfermeiras e deixou uma ferida na manhã da última segunda-feira (10), na BR-101.

Segundo ele, a suspeita é que tenha sido falha mecânica, já que não houve choque com outro veículo e a sobrevivente do acidentou relatou boas condições de visibilidade e de tráfego, além da condutora ter experiência no trajeto.

“Esse acidente aconteceu na BR-101, na área que pertence a Coração de Maria, e por isso vai ser investigado pela polícia do município, pois foi um acidente com morte violenta e a gente tem que saber a causa. Instauramos o inquérito e vamos apurar. Foi feita a perícia no local do acidente e através dessa perícia vamos, possivelmente, identificar a causa. Não está descartada a possibilidade de uma falha mecânica, já que de acordo com a fala da sobrevivente não houve nenhuma causa exterior que tivesse provocado o acidente”, afirmou.

De acordo com Sérgio de Araújo Vasconcelos, através da perícia será possível saber se realmente houve uma falha mecânica. Ele informou que o laudo pericial vai ser confeccionado pelo Departamento de Polícia Técnica e que a polícia tem um prazo de 30 dias para concluir o inquérito.

A enfermeira sobrevivente Isis Góes Matos do Prado será convidada para prestar depoimento, assim como outras pessoas que prestaram socorro às vítimas. Ao Acorda Cidade, Isis relatou os momentos que antecederam o acidente. De acordo com a sobrevivente, tudo foi muito rápido. Isis conta que a amiga Rosely dirigia o veículo, ela estava no banco do carona e as demais colegas estavam no banco de trás, todas usando o cinto de segurança. A enfermeira negou a informação de que a amiga teria tentado se desviar de um caminhão ou realizar uma ultrapassagem. Segundo ela, a pista estava livre e a estrada tranquila.

Acorda Cidade