Os policiais militares esperaram amanhecer para entrar na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, onde já houve pelo menos dez mortes, após rebelião. A corporação entrou no presídio às 5h30 deste domingo (15), com veículos blindados, vans e carros.

Segundo o G1, o objetivo da entrada dos agentes é acabar com o motim, iniciado ontem e que já dura mais de 13 horas. Nas áreas externas dos pavilhões, a polícia entrou minutos depois, às 6h10. Já às 6h50, na área interna.

Por volta das 6h20, diz a reportagem, uma fumaça negra pôde ser vista nos pavilhões, além de bombas de efeito moral do lado de fora do presídio. Um helicóptero da PM auxilia na operação, que envolve Choque, Bope e Grupo de Operações Especiais (GOE).

Noticias ao Minuto