Com o apoio de um cão farejador, policiais militares da Rondesp Leste e policiais federais apreenderam uma grande quantidade de droga na cidade de São Gonçalo dos Campos, no final da tarde de quinta-feira (5). Os policiais também prenderam três suspeitos de tráfico de drogas.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

De acordo com o delegado Fábio Marques, da Polícia Federal, a investigação já vinha ocorrendo há algum tempo e fazendo levantamentos na cidade de um grupo que estaria trazendo maconha in natura para abastecer a cidade de Feira de Santana e região.

“Foi feita a apreensão ontem. Geralmente a gente faz apreensões de maconha que vem do Paraguai, mas essa foi plantada provavelmente aqui no interior da Bahia, e foi localizada uma grande quantidade dessa maconha em uma área rural do município de São Gonçalo. Essa maconha está do posto da Polícia Federal e foram presas três pessoas. Ela vai ser pesada e periciada e a gente vai lavrar o flagrante dos presos para saber de onde veio esse material e quem era o comprador”, informou o delegado ao Acorda Cidade.

Segundo ele, a maconha estava escondida em uma carga de mamão em um caminhão, mas dentro da propriedade estava espalhada pelos cômodos da casa, para ser colocada em buracos no chão e havia também uma carga em veículos.

“Os suspeitos residem em Feira de Santana e estavam sendo acompanhados. Através da investigação fizemos o acompanhamento do caminhão chegando em Feira, e as equipes foram acompanhando até a propriedade rural em São Gonçalo, onde foi mantida a vigilância e identificamos os veículos com o carregamento dessa droga”, detalhou Fábio Marques.

Ele acrescentou ainda que a maconha que vem do Paraguai tem um valor agregado maior, em comparação com essa maconha in natura produzida aqui na Bahia.

 

Com informações e fotos do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.