Depois de uma tentativa fracassada de votar o novo Código Tributário no final de 2017, o Poder Executivo Municipal, enviou novamente no final deste ano o mesmo projeto para ser votado pela Câmara de Vereadores no apagar das luzes.

O que mais intrigou a população foi a falta de debate entre o Governo Municipal, o Legislativo e a Comunidade que será a parte mais prejudicada, caso o Projeto seja aprovado da forma que está no texto.

Vereadores de oposição, Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL e outros seguimentos da Comunidade, estão convocando a população para ir a Câmara de Vereadores as 10h da manhã desta sexta-feira (28), para tentar mais uma vez barrar a votação do citado Projeto.

Em nota nas redes sociais, o vereador Caryl Oliveira (PD) disse o seguinte:

Prezado(a)s Senhore(a)s.
Peço-lhes que vão a Câmara Municipal no dia 28/12(vinte e oito), se não puderem ir mandem parentes, amigos, liguem para seu VEREADOR, exija que NÃO VOTE o Código Municipal de Tributos, projeto 344/ 2018, imposto pelo ALCAIDE, Marcelo Brandão, em 11 de DEZEMBRO de 2018.

O código não foi discutido com a SOCIEDADE ou mesmo ANALISADO, pelo que estou lendo, traz grandes mudanças e forte aumento de IMPOSTOS.

Ajudem os VEREADORES a Defender Você.

Para a aprovação do Projeto o prefeito municipal necessita da maioria simples que são oito votos. Essa maioria é composta da base aliada do governo municipal, já que sete são de oposição ao governo. A presença do público na Sessão Extraordinária, servirá para que cada um olhe nos olhos de cada vereador e veja quem realmente representa os interesses da população ou do chefe do Poder Executivo Municipal.

A convocação ganhou forma nas redes sociais e a expectativa será de casa cheia para acompanhar a votação. Além do vereador Caryl Oliveira, estão contrários a aprovação do novo Código Tributário, os vereadores; Jaildo do Bonfim, Deteval Brandão, Weima Fraga, Carlinhos Simas,Marcos de Dadá e Benedito do Leite.

Caboronga Notícias