Por falta de imunizantes, vacinação contra febre aftosa é prorrogada até 30 de junho na Bahia

A Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa em todo estado foi prorrogada até o dia 30 de junho. A informação é da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab).

A agência foi autorizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a adotar a medida após solicitar a extensão do prazo, em virtude do desabastecimento do imunizante, em diversas regiões, logo na segunda semana da I Etapa de Vacinação de 2021, destinada a bovinos e bubalinos de todas as idades.

Segundo o diretor de Defesa Sanitária Animal da Adab, Carlos Augusto Spínola, apesar dos efeitos da pandemia e do fechamento temporário de algumas cidades, o que motivou a prorrogação foi a falta de vacinas.

No entanto, de acordo com o diretor, o quantitativo de 1,7 milhão de doses deve chegar em breve para abastecer as revendas e atender a meta, que é a imunização de quase 11 milhões de animais. Segundo Carlos Spínola, a chegada de novas doses deverá conter a especulação comercial sobre o preço final do produto, em função da insuficiência de vacina no mercado.

A vacinação contra a febre aftosa na Bahia, inicialmente prevista para ocorrer entre 1º e 31 de maio, tem superado as expectativas da coordenação da campanha, inclusive com a efetivação da declaração pelo produtor.

Com a prorrogação da vacinação, o produtor terá até o dia 15 de julho para entregar a declaração nos escritórios da Adab, lojas de produtos agropecuários, sindicatos rurais ou por meio do site da agência.

Fonte: G1 Bahia