Prefeito de Ipirá gasta mais de R$ 1 milhão só com festa do São João

Depois da reportagem exclusiva do tudonews.com.br no dia 19/06/19 denunciando o suposto esquema de corrupção na contratação de bandas, palcos , Iluminação, som e banheiros para os  festejos juninos na cidade de Ipirá, na Bacia do Jacuípe a 210 km de Salvador, governada pelo prefeito Marcelo Brandão (DEM), hoje conhecido por ‘Marcelo Malamanhado’, forma jocosa como tratava os gestores quando estava na oposição, houve uma correria na Prefeitura para publicar no mesmo dia no Diário Oficial do Município os valores dos contratos das bandas e os valores retroativo ao dia 17 de maio. Publicaram até os contratos das bandas que tocaram na Expoipirá 2019.

O vereador Weima Fraga chama a atenção e questiona por que o secretário de Administração, Sandro Cintra, não fez a publicação no DO dos contratos por inexigibilidade de licitação no dia 17 de maio, dia da assinatura, fazendo apenas depois da denúncia no tudonews.com.br?

O vereador Weima Fraga chama atenção ainda que todos os contratos foram feitos direta ou indiretamente com as empresas do empresário Luiz Américo, e, como sempre, todos os valores das bandas foram supostamente superfaturados.

Vejam os valores:

Hoje – 21/06

Daniel Vieira – R$ 90.000.00

Mambolada – R$ 30.000.00

Paraíba – R$ 15.000.00

Dia 22/06

Falamansa – R$ 100.000.00

Bate Staka – R$ 15.000.00

Marlus Viana – R$ 52.000.00

Dia 23/06

Targino Godin – R$ 90.000.00

Flor Serena – R$ 25.000.00

Lua Cheia – R$ 50.000.00

NR.Importante frisar que os artistas, que normalmente têm empresários, não são culpados. Cabe ao gestor cuidar do bem, do patrimônio e zelar pela coisa pública.

Estrutura

Na reportagem do dia 19, os vereadores apresentaram contratos com empresários dele ou vinculadas de Luiz Américo, em valor superior a R$ 420 mil. Aí devem ser incluídos gastos corriqueiros com a organização de uma festa.

Outra suposta irregularidade na gestão atual do município foi a falta do pregão para contratação dos palcos, som, Iluminação e banheiros, como manda a Lei e o prefeito Marcelo Brandão tem, como advogado, obrigação de saber disso; tem de fazer pregão para esses tipos de contrato como devem ter feito os demais municípios que realizam as festas juninas

No ano de 2018 esse pregão foi feito e quem ganhou foi uma empresa de Luiz Américo por $ 408.000.00, valor considerado bem acima do mercado.

“O que os moradores de Ipirá querem saber, completa o vereador Weima Fraga, do PDT, é quanto vai custar aos cofres do município o palco 1, o palco 2 que Luiz Américo   terceirizou de Lailton Mendes morador de Ipirá, o som, os banheiros e a iluminação.

Para finalizar o vereador Weima Fraga vai pedir, juntamente com a bancada de oposição uma CPI para analisar todos os contratos envolvendo o empresário Luiz Américo com a Prefeitura de Ipirá.

Enfático, Weima espera também que os vereadores de situação não “sejam omissos com tantas evidências de desvio de dinheiro público”.

Fonte: Tudo News