Prefeito da cidade de Santo Estevão Orlando Santiago (PSD) foi condenado pela Justiça Federal por direcionar licitação frustrando o caráter competitivo e pagamento de serviços mediante a violação de princípios constitucionais ao contratar, em 2003, a empresa Fisioterapia Santo Estevão LTDA para prestar serviços na Unidade Mista de Saúde Dr. João Borges Cerqueira. A condenação de cinco anos de perda direitos políticos e multa no valor relativo a dez vezes o salário por ele recebido à época.

Orlando também foi proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios majoritários, pelo prazo também de cinco anos. O valor total gasto com a prestadora de serviço também deverá ser ressarcido ao erário municipal. A decisão é da juíza federal Karin Almeida Weh de Medeiros e foi publicada nesta sexta-feira no diário oficial do Judiciário.

Orlando foi prefeito de Santo Estevão por nove meses em 1983. Retornou ao comando do Executivo municipal em 1993 ficando até 1996. Voltou entre 2001 e 2004 e foi reeleito para os quatro anos seguintes. Deixou a prefeitura e retornou em 2012. Em verdade, na soma são cinco mandatos.
Com informações trombone news