Foram publicadas no Diário Oficial do Município – DOM, as Portarias Nº 362, 383, 384, 385, 386, 387, 388 E 389 EDIÇÃO Nº 01875, com uma série de exonerações de ocupantes de cargos de provimento temporário, os chamados cargos de confiança, uma prática rotineira principalmente após o pleito eleitoral.

O que mais chama a atenção da população é a quantidade de pessoas que se escondem no anonimato desses cargos, muitos deles fictícios, que só servem para proteger apaniguados dos prefeitos que estão no poder, já que a produtividade é abaixo do esperado, principalmente nos setores onde elas estavam lotadas.

Essa é uma prática constante das administrações em Ipirá e ao que parece, tá longe de ter fim. Até porque, a plataforma política da maioria dos candidatos a prefeitura é promessa de emprego no poder executivo.

Veja aqui a publicação dos decretos

Olhando a lista de demissões, pode se observar que os exonerados são as chamadas no dito popular de “arraias miúdas”, já que os cargos de primeiro e segundo escalão, “secretários e diretores” não foram atingidos pela chamada contenção de despesas com pessoal.

Até meados de dezembro, outra série de demissões deverão ocorrer, ficando apenas os secretários e diretores que serão os últimos a deixarem seus cargos, juntamente com o prefeito e o vice-prefeito.

Por Redação CN