sexta-feira, abril 12, 2024

Prefeitura de Serra Preta enfrenta críticas após festa de Aleluia em meio ao estado de emergência

No dia 17 de janeiro de 2024, o Governo do Estado da Bahia, representado pelo governador Jerônimo Rodrigues, homologou o Decreto Municipal de “Situação de Emergência” do município de Serra Preta. A medida vem em resposta aos danos decorrentes da seca que assola a região.

O decreto terá validade de seis meses, a partir de 8 de janeiro de 2024, com prazo final até 8 de julho de 2024. No entanto, a população tem levantado questionamentos sobre a prioridade dos investimentos, especialmente diante da escassez de recursos destinados à necessidades básicas como acesso à água potável.Enquanto os moradores da área rural encontram-se em “Situação de Emergência”, enfrentando dificuldades para realizar suas atividades diárias, uma grande parcela da população urbana também sofre com a falta de recursos hídricos. Muitos não possuem sequer um reservatório de água de 250 litros para suprir as necessidades de suas residências.

Diante desse cenário, parte da comunidade questiona se era o momento adequado de investir em uma mega festa de um dia (o Sábado de Aleluia), que exigiu uma volumosa quantidade de recursos. A falta de prioridade na destinação dos recursos tem gerado críticas e indignação nos moradores, que esperam medidas mais eficazes para enfrentar os desafios da seca.

O AN Portal de Notícias entrevistou diversas pessoas e perguntou qual a opinião delas sobre o grande investimento realizado pela Prefeitura de Serra Preta para realizar um dia de festa no Distrito do Bravo, denominado Sábado de Aleluia, e também sobre o pedido de auxílio ao Estado da Bahia para combater a seca e os danos causados por ela no município. A opinião dos entrevistados foi a seguinte: “As festas deveriam ser realizadas somente após as necessidades básicas do povo de Serra Preta serem atendidas”, declarou Antônio Carlos, um dos entrevistados que reside no município. Denilson afirmou que o evento é bem-vindo, mas que é preciso priorizar o sofrimento do povo antes de tudo. Já Dona Maria argumentou que o dinheiro destinado à festa deveria ser investido na saúde do povo, de forma a evitar que eles precisem se deslocar para outras cidades.

É imprescindível que o governo atue de forma a garantir a segurança e o bem-estar de seus cidadãos, principalmente em momentos de crise como o atual. A população aguarda soluções concretas e eficazes para que os danos da seca sejam mitigados, garantindo o acesso à água para todos os moradores, tanto nas áreas rurais quanto urbanas.

Segue alguns links de sites que divulgaram recentemente matérias sobre o pedido de homologação do Decreto Municipal da Situação de Emergência pelos danos provocados pela seca no município de Serra Preta:

Governador da Bahia Decreta Situação de Emergência em Serra Preta devido a Longa Estiagem.

Governador da Bahia Decreta Situação de Emergência em Serra Preta devido a Longa Estiagem.

Prefeitura de Serra Preta decreta situação de emergência.

Governo do Estado decreta situação de emergência em Serra Preta.

Com informações do site AN Portal de Notícias

recentes