Na manhã deste sábado (27), por volta das 09h, o sanitário público da praça Roberto Cintra, no centro da cidade de Ipirá (BA), foi posto abaixo por uma retroescavadeira da Prefeitura do município. A remoção da obra foi acompanhada pelo Secretário de Infraestrutura, Frank Jewell.

O sanitário foi construído na reforma da praça, ocorrida no governo do prefeito Diomário Sá, no ano de 2008. A obra, desde a época da sua construção gerou muita polemica sobre sua utilidade, localização e arquitetura.

Para muitos, devido à sua localização e a falta de beleza arquitetônica da obra, a estrutura descaracterizava a principal praça da cidade. Um cidadão, que não quis se identificar, disse que a localização e falta de beleza da estrutura eram incovenientes, além de que um dos argumentos, na época, para a construção da obra, era que o sanitário servisse aos usuários das agências bancárias que se encontram nas imediações da obra.

“Os bancos lucram muito, todos eles deveriam ter seus próprios sanitários para atender seus clientes. Isto é um problema deles, não da prefeitura”, frisou o cidadão, no momento da demolição da estrutura, complementando: “A localização da obra, descaracterizava, poluía a visão geral da praça, além de que a sua estrutura arquitetônica era grosseira, se configurando em um sanitário no máximo adequado para o centro de abastecimento do município, e não para a principal praça da cidade”, concluiu o cidadão.

Por Orlando Santiago Mascarenhas
www.ipiranegocios.com.br