O dia de greve geral contra as reformas trabalhista e previdenciária que aconteceu na sexta (28) registrou manifestações em 254 cidades espalhadas pelo Brasil.

Esse é o segundo maior número de municípios envolvidos em uma manifestação desde 2015. O primeiro lugar é ocupado pelo ato contra a presidente Dilma em 13 de março de 2016.

Na ocasião, 337 cidades registraram protestos de rua.

Nesta sexta (28), todos os estados e o DF fizeram paralisações. Esse foi o maior protesto contra o governo Temer, que já havia sido alvo de outros sete protestos pelo país desde a posse.

Por Redação Bnews