Um dos possíveis nomes para a disputa presidencial em 2022, o governador Rui Costa defendeu que o PT tenha candidato ao Palácio do Planalto. Segundo o petista, a sigla “tem muito a mostrar”, inclusive nos governos estaduais. “Acho que não é obrigatório ter um candidato, mas o porquê ter um candidato? Temos muito a mostrar. Pois se a gente olhar a história recente do Brasil, em que período se abriu mais vagas em universidades públicas? Governo do PT. Período que construiu mais unidades básicas de saúde? Governo do PT. Nós temos muito a mostrar, nos governos estaduais também. Meu governo já tem, por exemplo, 10 hospitais entregues, vou chegar a 25 policlínicas regionais construídas esse ano e é maior investimento do Brasil em saúde pública”, afirmou em entrevista ao programa Manhattan Connection, da TV Cultura. “Temos muito a apresentar e, portanto, caberá ao eleitorado decidir quem vai para o segundo turno. O que não se pode, de forma totalitária, autoritária, impedir que partido A, B ou C lance candidato. As pessoas vão se apresentar. Com certeza no segundo turno o Brasil haverá de olhar para o futuro e construir uma nação que possa fazer inclusão social”, completou. (Com informações do site Bahia.Ba)

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •